RSS

Saudade

"Em alguma outra vida,
devemos ter feito algo de muito grave,
Para sentirmos tanta saudade...
Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé , doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa,
Dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe,
Saudade de uma cachoeira da infância,
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais,
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu,
Saudade de uma cidade,
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem estas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar no quarto e ela na sala, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela pra faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,
Ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando num ambiente frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi à consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre culpada,
Se ele tem assistido às aulas de inglês, se aprendeu a entrar na internet,
A encontrar a página do Diário Oficial, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros,
Se ele continua preferindo Malzebier, se ela continua detestando McDonalds,
Se ele continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos,
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento,
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música,
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
É não saber se ela está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que eu estive sentido enquanto escrevia
E o que você provavelmente estará sentindo depois que acabar de ler."

Martha Medeiros

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Se ve tanta coisa por ai sobre a saudade não é mesmo? Eu mesma ja escrevi tanta coisa, ja li textos encantadores sobre esse sentimento que nos agonia...

Mas nada se compara a esse texto....quando o li fiquei emocionada de ver como a Martha Medeiros conseguiu expressar em palavras simples aquilo que a saudade verdadeiramente significa.....

"....saudade é basicamente não saber..."

Bjos amores....

12 comentários:

Emi disse...

Oi,tô passando para conhecer seu blog!
Puxa,amei o texto!Me identifiquei,por que sou uma pessoa que a todo momento estou com saudades de quase tudo e todos!Que o diga então dos momentos lindos da infância!
Olha,vou te linkar,viu?
Um beijo,e quando quiser,dê uma passadinha para conhecer meu blog!
Vou adorar a visitinha!
Beijo,beijo!*-*

Menina Nina disse...

Saudade é o amor que dói!

Daniela Filipini disse...

Saudade é não saber (:
Gostei ^^

Bonecah de Pano disse...

Oi minha linda!
Claro que lembro de você.
Como você táá?

Que saudadeeee!
=)

Te adoro demais.
Fiquei feliz em te rever no meu blog.


Beeeijo.

Max Psycho disse...

como dizem os ocutores de rodeio

BARBARIDADE QUEM TEM AMOR TEM SAUDADE, QUEM NÃO TEM, PASSA VONTADE

bjus linda

Cαmilα ♥ disse...

Ai ai saudadeee!
^^
Dói, mas é sinal que algo bom aconteceu, né?!

BeijoS

Atreyu disse...

Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,
Ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

adorei essa parte

Max Psycho disse...

bju grande meu anjo lindo

diariodadre disse...

Oi Roberta. Que bom que você reapareceu!
Tava com saudades.Por falar nisso, amei esse texto da saudade. essa autora é muito boa mesmo.
-
Sobre o seu comentário: Um dia a gente vai aprender a jogar tão bem quanto a máquina e vamos ganhar de 10 a 0 dela.

beijos. saudades

diariodadre disse...

Oi Roberta. Que bom que você reapareceu!
Tava com saudades.Por falar nisso, amei esse texto da saudade. essa autora é muito boa mesmo.
-
Sobre o seu comentário: Um dia a gente vai aprender a jogar tão bem quanto a máquina e vamos ganhar de 10 a 0 dela.

beijos. saudades

Varda disse...

Haa,tem nada pior do que saudade!

Pirulito que Bate-Bate disse...

Oi. Saudade eu sinto das boas lembranças. Sempre que tive uma turma boa na escola me lembro dos momentos de todos juntos, e dá uma saudade imensaa!

BeijOs.

Curte coisas pra PC/programas?
http://blogdodevilz.blogspot.com/