RSS

Sobre as mineiras

Recebi um texto no email que eu adoreiiii, passei mal de rir mesmo. Não resisti e tive que postar.

Peço desculpas pela falta de criatividade, mas é que a semana ta mto tumultuada, enquanto a inspiração nao vem, me recorro aos textos dos outros! hihihihih

Antes gostaria de agradecer a Nina que me mandou um selinho lindo e exclusivo ainda. Nina, mtooo obrigada de coração eu adorei viu??


Mas voltando ao texto, não sei quem escreveu, mas achei mtooo legal. Espero que gostem tb...É meio grande, mas vale a pena ler!

E como sou mineira nata e cm mto orgulho, posso dizer que tudo o que está escrito é verdade!hihihihihih

Sobre as Mineiras!

“O sotaque das mineiras deveria ser ilegal, imoral ou engordar. Porque, se tudo que é bom tem um desses horríveis efeitos colaterais, como é que o falar, sensual e lindo ficou de fora? Porque, Deus, que sotaque!

Mineira devia nascer com tarja preta avisando: ouvi-la faz mal à saúde. Se uma mineira, falando mansinho, me pedir para assinar um contrato doando tudo que tenho, sou capaz de perguntar: só isso? Assino achando que ela me faz um favor.

Eu sou suspeitíssimo. Confesso: esse sotaque me desarma. Certa vez quase propus casamento a uma menina que me ligou por engano, só pelo sotaque.

Os mineiros têm um ódio mortal das palavras completas. Preferem, sabe-se lá por que, abandoná-las no meio do caminho (não dizem:pode parar, dizem: "pó
parar").

Os não-mineiros, ignorantes nas coisas de Minas, supõem, precipitada e levianamente, que os mineiros vivem - lingüisticamente falando - apenas de uais, trens e sôs. Digo-lhes que não. Mineiro não fala que o sujeito é competente em tal ou qual atividade. Fala que ele é bom de serviço. Pouco importa que seja um juiz de direito, um jogador de futebol ou um ator de filme pornô. Se der no couro - metaforicamente falando, claro - ele é bom de serviço. Faz sentido...

Mineiras não usam o famosíssimo tudo bem. Sempre que duas mineiras se encontram, uma delas há de perguntar pra outra: "cê tá boa?" Para mim, isso é pleonasmo. Perguntar para uma mineira se ela tá boa é desnecessário.

Vamos supor que você esteja tendo um caso com uma mulher casada. Um amigo seu, se for mineiro, vai chegar e dizer: Mexe com isso não, sô (leia-se: sai dessa, é fria, etc). O verbo "mexer", para os mineiros, tem os mais amplos significados. Quer dizer, por exemplo, trabalhar. Se lhe perguntarem com que você mexe, não fique ofendido. Querem saber o seu ofício.

Os mineiros também não gostam do verbo conseguir. Aqui ninguém consegue nada. Você não dá conta. Sôcê (se você) acha que não vai chegar a tempo, você liga e diz: Aqui, não vou dar conta de chegar na hora, não,sô. Esse "aqui" é outro que só tem aqui. É antecedente obrigatório, sob pena de punição pública, de qualquer frase. É mais usada, no entanto, quando você quer falar e não estão lhe dando muita atenção: é uma forma de dizer, "olá, me escutem, por favor".
É a última instância antes de jogar um pão de queijo na cabeça do interlocutor.

Mineiras não dizem "apaixonado por". Dizem, sabe-se lá por que, "pêxonado com". Soa engraçado aos ouvidos forasteiros. Ouve-se a toda hora: "Ah, eu pêxonei com ele...". Ou: "sou doida com ele" (ele, no caso, pode ser você, um carro, um cachorro). Elas vivem apaixonadas "com" alguma coisa.

Que os mineiros não acabam as palavras, todo mundo sabe. É um tal de "bonitim", "fechadim", e por aí vai. Já me acostumei a ouvir: "E aí, vão?". Traduzo: "E aí, vamos?". Não caia na besteira de esperar um "vamos" completo de uma mineira. Não ouvirá nunca.

Eu preciso avisar à língua portuguesa que gosto muito dela, mas prefiro, com todo respeito, a mineira. Nada pessoal. Aqui certas regras não entram. São barradas pelas montanhas.

No supermercado, não faz muitas compras, ele compra "um tanto de côsa". O supermercado não estará lotado, ele terá "um tanto de gente". Se a fila do caixa não anda, é porque está "agarrando" [aliás, "garrando"] lá na frente. Entendeu? Agarrar é agarrar, ora!

Se, saindo do supermercado, a mineirinha vir um mendigo e ficar com pena, suspirará: Ai, gente, que dó. É provável que a essa altura o leitor já esteja apaixonado pelas mineiras.

Não vem caçar confusão pro meu lado. Porque, devo dizer, mineiro não arruma briga, mineiro "caça confusão". Se você quiser dizer que tal sujeito é arruaceiro,

é melhor falar, para se fazer entendido, que ele "vive caçando confusão".

Para uma mineira falar do meu desempenho sexual, ou dizer que algo é muitíssimo bom vai dizer: "Ô, é sem noção". Entendeu, leitora? É sem noção! Você não tem, leitora, idéia do "tanto de bom" que é. Só não esqueça, por favor, o "Ô" no começo, porque sem ele não dá para dar noção do tanto que algo é sem noção, entendeu?

Capaz... Se você propõe algo e ela diz: capaz!!! Vocês já ouviram esse "capaz"? É lindo. Quer dizer o quê? Sei lá, quer dizer "ce acha que eu faço isso"? com algumas toneladas de ironia... Se você ameaçar casar com a Gisele Bundchen, ela dirá: "Ô dó dôcê". Entendeu? Não? Deixa para lá.

É parecido com o "nem...". Já ouviu o "nem..."? Completo ele fica:- Ah, nem... O que significa? Significa, amigo leitor, que a mineira que o pronunciou não fará o que você propôs de jeito nenhum. Mas de jeito nenhum. Você diz: "Meu amor, cê anima de comer um tropeiro no Mineirão?". Resposta: "Nem..." Ainda não entendeu? Uai, nem é nem.

Leitor, você é meio burrinho ou é impressão? A propósito, um mineiro não pergunta: "você não vai?". A pergunta, mineiramente falando, seria: "cê não anima de ir"? Tão simples. O resto do Brasil complica tudo. É, ué, cês dão umas volta pra falar os trem...

Falando em "ei...". As mineiras falam assim, usando, curiosamente, o "ei" no lugar do "oi". Você liga, e elas atendem lindamente: "eiiii!!!", com muitos pontos de
exclamação, a depender da saudade...Tem tantos outros...

O plural, então, é um problema. Um lindo problema, mas um problema. Sou, não nego, suspeito. Minha inclinação é para perdoar, com louvor, os deslizes vocabulares das mineiras.

Aliás, deslizes nada. Só porque aqui a língua é outra, não quer dizer que a oficial esteja com a razão. Se você, em conversa, falar: Ah, fui lá comprar umas coisas.. Ques côsa? - ela retrucará. O plural dá um pulo. Sai das coisas e vai para o que.

Ouvi de uma menina culta um "pelas metade", no lugar de "pela metade". E se você acusar injustamente uma mineira, ela, chorosa, confidenciará: Ele pôs a culpa "ni mim".

A conjugação dos verbos tem lá seus mistérios em Minas... Ontem , uma senhora docemente me consolou: "prôcupa não, bobo!". E meus ouvidos, já costumados às ingênuas conjugações mineiras, nem se espantam. Talvez se espantassem se ouvissem um: "não se preocupe", ou algo assim.

A fórmula mineira é sintética. E diz tudo. Até o "tchau" em Minas é personalizado. Ninguém diz tchau pura e simplesmente. Aqui se diz: "tchau procê", "tchau procês". É útil deixar claro o destinatário do tchau.

Então... “

34 comentários:

Max Psycho disse...

Tipo cada região tem seu modo caracteristico de falar e isto que faz do Brasil esta maravilha que ele é, e parabéns pelo texto baby

dessa disse...

eu adoro receber esses textos no meu email, são tão engraçados *-*

dhasoihasoihasoihoda

beijos robbs :*
como foi seu fds ? ;x

Pirulito que Bate-Bate disse...

Olá
É verdade, as vezes algumas pessoas esquecem que você não precisa estar na moda.
Claro que moda também não é horrivel, mas estilo é próprio e só você usa.
Já moda, todos podem usar.
Bjs

Quer um blog com idéias diferentes?
www.anaprofana.blogspot.com
O blog da prof Ana!

Pirulito que Bate-Bate disse...

Ah, e parabéns pelo selo!
O texto ficou engraçado mesmo!!

Max Psycho disse...

Eu não sei o que eu to fazendo mas tenho que fazer
Naquela noite que eu te conheci eu acho que nunca vou esquecer
Um momento quase perfeito inocente em seus defeitos
Tudo que é bom dura pouco e não acaba cedo

Eu disse vamo embora to meio tonto
Preciso respirar lá fora
Me leve para sua casa
Eu quero dormir onde você mora
Eu passando mal e você ria
Tanto barulho eu não entendia
Mas concordava sem saber
Com tudo que você dizia

Se me pedisse pra pular de um prédio
Eu diria sim
Qualquer coisa pra você gostar de mim
Agora pra sempre
foi embora mas eu nunca disse adeus
Agora pra sempre
foi embora mas eu nunca disse adeus

Eu perdi o rumo e comecei a delirar
Acho que prometi até parar de beber e de fumar
De repente a noite acaba e todo mundo some
Eu me lembrei que eu esqueci de perguntar o seu nome
Sem endereço nem direção por onde começar
Qualquer coisa pra poder te encontrar

Max Psycho disse...

Mesmo que eu esqueça seu nome,
Mesmo que eu esqueça sua vóz,
Mesmo que eu esqueça a cor do seu batom,
Eu não te esquecerei jamais

Max Psycho disse...

Te amu....
Se a natureza
me oferecesse duas coisas e
me mandasse escolhe,
eu não me importaria
com a segunda,
desde que a
primeira fosse você.

Qeria ser poeta
mais poeta naum posso ser
pq poeta pensa em td
e eu só penso en vc...

Se amar é pecado
jamais serei inocente
pq jurei a mim msm
Te amar eternamente...

A distancia pode separar dois olhares, mas nunca dois corações que se amam, bjus

disse...

dfapsduri
adoreii o texto
adorei mesmo!
hhahaha
MINHA FAMILIA PRATICAMENTE TODA É MINEIRA! haha
e a outra parte são pernambucanos!
SÃO VOCABULÁRIOS INTERESSANTISSIMOS!

disse...

Já fui no medico e ele mandou eu fazer uns monte de exame! =//
Principalmente de sangue!
URGH!!!

Max Psycho disse...

que é isto linda, nem precisa agradeecer, bju grande

Max Psycho disse...

como assim o que ele ia fazer? Imagina 7um frango assado daquele tamanho

Babee disse...

acho que você me entendeu errado...
essas celebridades citadas nao REALMENTE pediram essas coisas
é tudo da minha cabeça
esobre o que a gente ouve...
e o nome é Malloma :P
hahahah
dei uma mudadinha pra ninguem pensar que eu flao mal da Madonna

:: Fatima :: disse...

Como boa mineira eu tenho minha mania de falar!
Falo muito UAI,Ue....E outras cositas mais!E como o Max disse:Cada regiao tem seu modo caracteristico de ser,e e por isso que o Brasil e essa maraviha que e!
Quanto ao selo!Vc merece....
Bjinhos!!!!

:: Fatima :: disse...

Brigado linda!
Volte sempre sim.
bjinhos(**

Max Psycho disse...

deixa o cara, e se el gosta de folmes daquele tipo hehehhe

Tiffany disse...

prefiro gauchês ;D

Lu disse...

Hahahaha...Me identifiquei!
Tenho família mineira, então acabei ''garrando'' um pouco do sotaque e do vocabulário mineiro.
Muiiito bom! hehe

Que bom que gostou do meu texto e se identificou. A solidão é um assunto que ainda me confunde muito...Sinto que aquele texto foi pouco pra expressar.

beijãoooo

Nina disse...

Que bom que vc gostou do selinho!!
Beijinhos Roberta!!

disse...

Floooor eu também morro de medo!
hahaha
eu inspirei num filme ai que nem lembro o nome mais!
SÓ QUE EU NUNCA FIZ ISSO!
Maior medo hahahaha

continuei lá!

Camila disse...

E viva nós!
As mineiras!
Husahsuhasua
\0/
=**

Max Psycho disse...

Robertinha du meu coração, sempre tão atenciosa, tenha um bom dia, bju grande meu pão di queju

Carol disse...

SHUAHSUAHUSUAHSUHAUSUASHAUH

mais eu me arrependii de ter feito aquiloo com largatixaa..
tadinha dela...

Ahh entãoo tu gostaa do sotaque das mineiras?!

Eu soo mineiraa \o
SHUAHSUAUHSUHA

mais é bunitinhoo mesmoo *.*


beeijo

Max Psycho disse...

As mineiras sãoa s melhores com certeza

Carol disse...

HSUAHUSUAHSUAUSUAHHSA

é as mineirass sãoo as melhoress entãoo \o


SUAHSUAUSUHAS'

WAAAAA \oo
podeee simm...\o

tu é da ondee?!

;*

Engenheiros :] disse...

eei, gostei do texto sobre as mineiras, prinicpalmente por que eu sou :D, assim, não exatamente, mas eu morei a minha vida toda em minas tava em goiás só pra nascer porque os outros 12 anos foram todos aqui em minas :D UIAHEIUWH,
gostei do teu blog:D

:*

Mandika!! disse...

Oi!!!
Eu gosto muito do sutaque mineiro.
Apesar de ser paulista.
Acho que cada região do Brasil tem uma diversidade de cultura e costumes,ótima.
Bjs

Trevisan disse...

Olá
meu nome é Carlos Trevisan autor de sobra tanta falta, fiquei bem feliz de ve-la no seu blog
que bom que pessoas se identificam com nossos pensamentos.
grande abraço
Trevisan

para conhecer muitas outras musicas:
www.mondo77.fm/otrevisan

otrevisan@pop.com.br

Gustavo Paiva disse...

Nhaaaa! Q mto lokoo!!!
Funny! hehhe

Robs! Valew por ter passado lah viu?

BJO BJO!

disse...

Ah menina hahaha viu que sinistra a história?!
hahahaha
mas vai mudar de rumo!
haha prometi fazr uma hstória de tres temas então será haha dois já foram trabalhados:
Fabula (*o cachorro que fala!)
Mistico (espíritos msmo eu não acreditando nisso hahaha)
Agora vou tentar fazr algo engraçado!

disse...

Ah menina hahaha viu que sinistra a história?!
hahahaha
mas vai mudar de rumo!
haha prometi fazr uma hstória de tres temas então será haha dois já foram trabalhados:
Fabula (*o cachorro que fala!)
Mistico (espíritos msmo eu não acreditando nisso hahaha)
Agora vou tentar fazr algo engraçado!

disse...

Ah menina sentir saudades é ruim demais!
haha ao dia não passa nunca!! =/

beijos

Paz... disse...

Hahah... tbm sou mineira.

Tem presente pra vc no Dialeto.

disse...

Ah menina haha logo logo eu continuo"
dkfhpasir
tá fazenso sucesso haha
beijos

Maite disse...

Esse texto é de Carlos Drummond De Andrade :)